Chao Lung Wen

Chefe da Disciplina de Telemedicina
Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo

Médico formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, atualmente é Professor Associado da USP. Fez doutorado em 2000 com a Tese Ambiente Computacional de Apoio à Prática Clínica, e a primeira Livre-Docência em Telemedicina na Faculdade de Medicina da USP, em setembro de 2003. É atualmente o chefe da Disciplina de Telemedicina da FMUSP; É atualmente coordenador do Projeto Tecnologias Educacionais Interativas pelo CAPES/ MEC e SGTES/MS; foi Presidente do Conselho Brasileiro de Telemedicina e Telessaúde (CBTms 2006 a 2013); Membro da Comissão Permanente de Telessaúde (2006-2010) e do Comitê Executivo de Telessaúde do Ministério da Saúde (2007); e Coordenador do Núcleo de Telemedicina e Telessaúde do HC-FMUSP (2007-2012). É orientador dos programas de pós-graduação da Patologia e Fisiopatologia da Faculdade de Medicina da USP, foi o responsável executivo pela implantação do Projeto de Telemedicina do Programa Institutos do Milênio, CNPq/MCT, e foi coordenador do Núcleo São Paulo do Programa Telessaúde Brasil Redes, do Ministério de Saúde (2007 – 2013).

Coordena 2 projetos Pro-Inovalab da Pró-Reitoria de Graduação da USP (Laboratórios de Inovação em Aprendizagem) e 1 projeto de Renovalab. Adicionalmente, está coordenando o Pro-Inovalab AM pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA) para modernização dos recursos educacionais da Universidade.

Foi responsável pela estruturação da Rede de Educação e Pesquisa do HC-FMUSP e pela construção de uma estrutura tecnológica de vídeo streaming e de servidores de webconferência, entre outros. Em 2007, foi responsável pela concepção e implantação do Projeto Jovem Doutor, implantado na cidade de Tatuí (São Paulo), em dois bairros carentes do município de São Paulo, em Bauru (São Paulo), em Manaus (Amazonas), em Parintins (Amazonas) e em Maceió (Alagoas). Recebeu premiação do Concurso Jovem Cientista do CNPq/MCT (2008 – Educação para redução das desigualdades sociais); Venceu o Concurso Vida é Saúde, da Editora Abril (2009), Dr. Cidadão da Associação Paulista de Medicina (2010) e recebeu 2 menções honrosas da Câmara de vereadores da cidade de Tatuí. É coordenador da unidade HC-FMUSP da Rede Universitária de Telemedicina (RUTe/RNP/MCT).

Palestrante em muitos congressos nacionais e internacionais, escreveu capítulos de livros sobre Telemedicina e foi um dos 6 editores da coleção Clinica Médica, do HC-FMUSP. Foi responsável pelos capítulos de conhecimento interativo da obra, que possuem materiais sobre Telemedicina e Telessaúde, Homem Virtual, treinamento de raciocínio investigativo baseado em discussões anatomopatológicas de autópsia e áudios educacionais.

É o responsável pela criação do Projeto Homem Virtual em 2003, que utiliza recursos de computação gráfica 3D para criar sequências dinâmicas de vídeo e ensinar temas complexos da saúde de uma forma simples e objetiva. O projeto Homem Virtual é utilizado para fins de educação em faculdades, em reportagens sobre saúde de emissoras de televisão, pelo Ministério da Saúde, pelo Ministério da Educação e em sites, entre outros. Com a expansão dos trabalhos, o Projeto Homem Virtual é utilizado atualmente com propósitos de difusão cultural em museus e nas escolas públicas. Atualmente, a biblioteca do Homem Virtual está sendo utilizado para produção dos Guias Clinico Anatomico 3D, com a produção de estruturas anatômicas usando impressoras 3D, e associado com realidade aumentada.